Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

12075006_921871734594424_5184418932282022718_n
No comando: Gilberto E. – Produtor e Programador

Das as

51132381_113565526415154_5500677208554864640_n
No comando: No Quintal De Casa – Natal De Barros

Das 04:00 as 07:30

36975837_106803426909161_8864002249068642304_n-640x640
No comando: Sabadão Sertanejo – Jota Carlota

Das 05:00 as 08:00

53607177_122485145523192_3227887370003021824_n
No comando: Encontro Rural – Carlos Cesar

Das 05:00 as 09:00

36868164_105373253718845_613991477910962176_n
No comando: Guavira Noticias – Reinaldo Santos

Das 07:30 as 08:00

61626076_137603980677975_2383956464189308928_n
No comando: Viva a vida – Leocir Munhoz

Das 08:00 as 10:00

62079465_138890243882682_5972980468444823552_n
No comando: MÚSICA E INFORMAÇÃO – CARLOS CESAR

Das 08:00 as 11:30

51132381_113565526415154_5500677208554864640_n
No comando: O Domingo É Nosso – Natal De Barros

Das 09:00 as 12:00

dsc03725
No comando: Manhã 103 de Sucessos – Wilson Papareli

Das 10:00 as 13:00

58409907_2337066166616419_2121699506160916794_n
No comando: De Primeira – Román Laurito

Das 11:30 as 12:00

cantine
No comando: Hora 103

Das 12:00 as 13:00

rm
No comando: PROGRAMA ROBERTO & MEIRINHO

Das 12:00 as 14:00

vitrola
No comando: Guavira e as Brasileiras

Das 13:00 as 15:00

essa
No comando: Programa “Mais Música” – Edezio Vieira

Das 13:00 as 16:00

d7d3ce68-f997-4b39-b09a-c1767b7a147e
No comando: Jornada Esportiva

Das 14:00 as 20:00

53745032_122124428892597_9093203638381182976_n
No comando: Coração Sertanejo – Reinaldo Santos

Das 15:00 as 19:00

53641320_121250432313330_5541060780289425408_n
No comando: Relíquias da 103 – Reinaldo Santos

Das 16:00 as 19:00

33040184_2113612355589488_3898105776614408192_n
No comando: Anuncio da Paz – Junior Quirino

Das 19:00 as 19:30

d7d3ce68-f997-4b39-b09a-c1767b7a147e
No comando: Jornada Esportiva

Das 19:00 as 22:00

20160311__197870136
No comando: DJ GUAVIRA FM

Das 20:00 as 05:30

20160311__197870136
No comando: Automatico

Das 23:00 as 04:00

Relator diz; ‘Quanto mais calado Bolsonaro ficar, melhor para a reforma’.

Compartilhe:
Revista Veja
Matéria: Lava Jato
Personagem: Tasso Jereissati, senador
Foto: Cristiano Mariz
Data:19/04/2017
Local: Senado Federal - Brasília - DF

Na semana em que o Senado iniciará a tramitação dareforma da Previdência, o relator da proposta na Casa, Tasso Jereissati (PSDB-CE), expressou preocupação com ações e declarações do presidente Jair Bolsonaro que possam influenciar negativamente na aprovação do texto. “Acho que a postura que ele [Bolsonaro] deve ter é quanto mais calado, melhor, que aí as coisas fluem com mais tranquilidade, sem criar nenhum ponto de atrito”, disse o senador, em entrevista.

“Aquelas declarações, algumas iniciativas, ele pode suspender, por enquanto, para não contaminar o ambiente. Por exemplo, a indicação do filho [Eduardo Bolsonaro] como embaixador. O Senado é que vai respaldar ou não uma possível indicação para embaixador nos Estados Unidos. Qualquer coisa que venha contaminar o ambiente não é bom que venha do Poder Executivo”, acrescentou Jereissati.

O senador tucano considera que a relação de Bolsonaro com o Congresso é “horrorosa” e tem piorado.

“Há coisas horrorosas com as quais a gente se acostuma e acaba não ficando tão espantado. Continuou horrorosa, mas a gente está se acostumando com esse comportamento um pouco excêntrico [de Bolsonaro]. Recentemente ele disse que, se o Congresso não aprovar o filho [Eduardo] para ser embaixador nos EUA, ele o colocará como chanceler e que vai querer ver quem tirará ele de lá. Isso é de uma hostilidade, de uma falta de respeito com o Congresso gigantesca. Mas a repercussão foi já muito melhor, porque estamos nos conscientizando de que vamos ter de conviver com isso nos próximos três anos”, expôs o senador.

Embora critique a relação com o governo, Jereissati condena a ideia de abrir um processo de impeachment contra o presidente: “Vamos ter que conviver com ele. O país não aguenta mais um terceiro impeachment. Votei pelo impeachment de Dilma, mas tenho que reconhecer que nós ainda estamos pagando um preço por isso”.

Deixe seu comentário: