Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

12075006_921871734594424_5184418932282022718_n
No comando: Gilberto E. – Produtor e Programador

Das as

51132381_113565526415154_5500677208554864640_n
No comando: No Quintal De Casa – Natal De Barros

Das 04:00 as 07:30

36975837_106803426909161_8864002249068642304_n-640x640
No comando: Sabadão Sertanejo – Jota Carlota

Das 05:00 as 08:00

53607177_122485145523192_3227887370003021824_n
No comando: Encontro Rural – Carlos Cesar

Das 05:00 as 09:00

36868164_105373253718845_613991477910962176_n
No comando: Guavira Noticias – Reinaldo Santos

Das 07:30 as 08:00

61626076_137603980677975_2383956464189308928_n
No comando: Viva a vida – Leocir Munhoz

Das 08:00 as 10:00

62079465_138890243882682_5972980468444823552_n
No comando: MÚSICA E INFORMAÇÃO – CARLOS CESAR

Das 08:00 as 11:30

51132381_113565526415154_5500677208554864640_n
No comando: O Domingo É Nosso – Natal De Barros

Das 09:00 as 12:00

dsc03725
No comando: Manhã 103 de Sucessos – Wilson Papareli

Das 10:00 as 13:00

58409907_2337066166616419_2121699506160916794_n
No comando: De Primeira – Román Laurito

Das 11:30 as 12:00

cantine
No comando: Hora 103

Das 12:00 as 13:00

rm
No comando: PROGRAMA ROBERTO & MEIRINHO

Das 12:00 as 14:00

vitrola
No comando: Guavira e as Brasileiras

Das 13:00 as 15:00

essa
No comando: Programa “Mais Música” – Edezio Vieira

Das 13:00 as 16:00

d7d3ce68-f997-4b39-b09a-c1767b7a147e
No comando: Jornada Esportiva

Das 14:00 as 20:00

53745032_122124428892597_9093203638381182976_n
No comando: Coração Sertanejo – Reinaldo Santos

Das 15:00 as 19:00

53641320_121250432313330_5541060780289425408_n
No comando: Relíquias da 103 – Reinaldo Santos

Das 16:00 as 19:00

33040184_2113612355589488_3898105776614408192_n
No comando: Anuncio da Paz – Junior Quirino

Das 19:00 as 19:30

d7d3ce68-f997-4b39-b09a-c1767b7a147e
No comando: Jornada Esportiva

Das 19:00 as 22:00

20160311__197870136
No comando: DJ GUAVIRA FM

Das 20:00 as 05:30

20160311__197870136
No comando: Automatico

Das 23:00 as 04:00

Entenda a proposta do governo para o sistema de aposentadorias

Compartilhe:
5c81189ca7234ff50092c1048f6b07df6d37cb4933aa9

Com a previsão de idade mínima para se aposentar de 65 anos para homens e 62 para mulheres, o governo federal entregou na quarta-feira (20) a proposta da Nova Previdência ao Congresso Nacional.

No texto, também fica previsto pelo menos duas décadas de contribuição para acesso ao benefício, além de regras de transição para servidores públicos e funcionários da iniciativa privada.

Tornar o sistema mais justo e igualitário, garantir o pagamento das aposentadorias e pensões no futuro, assim como fortalecer o País e garantir mais crescimento e emprego são objetivos da nova reforma.

Se aprovada, vai gerar uma economia de R$ 1,16 trilhão para os cofres públicos, o que significa mais dinheiro para a saúde, para a educação e para a segurança.

Além de desafogar os cofres públicos, a Nova Previdência vai criar um sistema mais igualitário e justo. Quem ganha menos, vai contribuir com um valor menor e quem recebe salários mais altos vai pagar mais.

Servidores públicos que ganham acima do teto do funcionalismo, por exemplo, podem pagar mais de 20% de alíquota. Para os trabalhadores que recebem até um salário mínimo, a taxa cai de 8% para 7,5%.

Rombo da Previdência

Dados da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho mostram que o sistema atual se tornou insustentável e as projeções para este ano são de que o rombo fique em R$ 292 bilhões. Esse buraco é o resultado entre despesas de R$ 750 bilhões e uma arrecadação de R$ 458 bilhões.

Em alguns anos, avaliam os técnicos da secretaria, o Orçamento da União pode ficar sobrecarregado com o pagamento de benefícios e faltar recursos para outras áreas e, até mesmo para o pagamento de salários de servidores e de aposentados, como ocorreu no Rio de Janeiro, no Rio Grande do Sul e em outros estados.

Direito adquirido

O trabalhador que já reúne as condições para se aposentar pelo sistema atual não precisa correr para pedir o benefício.

Mesmo se a proposta for aprovada, os direitos desses brasileiros estão garantidos e eles vão poder se aposentar pelas regras atuais a qualquer tempo e, se acharem mais vantajoso o novo modelo, podem escolher por ele também.

O governo também definiu regras de transição para não prejudicar os trabalhadores. Há opções para quem está no setor público e para quem está no setor privado.

Regra de transição significa que parte dos trabalhadores poderá se aposentar por um sistema mais brando do que definido pela Nova Previdência.

Capitalização

Também deve ser enviado ao Congresso uma proposta de um modelo de capitalização, um texto que ainda está em desenvolvimento pela equipe econômica e que precisará ser debatido e aprovado por deputados e senadores.

Nele, o trabalhador terá uma conta, uma espécie de poupança para aposentadoria e, quem estiver nesse sistema não estará mais no modelo de repartição no qual quem está no mercado de trabalho paga pela aposentadoria de quem se tornou inativo.

“O meu sentimento é de que essa pauta não é de governo, não é de partido político, é do Brasil”, afirmou o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, durante entrevista à imprensa para explicar os detalhes da Nova Previdência. O secretário ainda afirmou que o sistema atual ruiu e se tornou insustentável.

“Ele é injusto porque poucos ganham muito e muitos ganham pouco. Essa insustentabilidade do sistema está refletindo no conjunto da sociedade, por isso o meu otimismo na aprovação [da Nova Previdência]”.

Com informações da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho.

Deixe seu comentário: